De calça estampada por aí

Em geral, a gente investe em “partes de baixo” – calça, saia, bermuda – básicas, em jeans e/ou cores escuras, e trata de chamar a atenção para a “parte de cima”. Faz todo o sentido, claro: diversificar nas cores e formas de blusas, tops, camisetas dá mesmo mais opções de looks; chama a atenção para o rosto; facilita na criação diária de composições. Há até uma continha, segundo a qual o ideal é ter entre três e cinco “partes de cima” para cada “parte de baixo”…
(clique para o restante do post)

Mas aí um dia você cansa de ser básica, encontra uma liquidação im-per-dí-vel (na verdade, eu acho que bem poucas liquidações são imperdíveis, mas falo sobre isso em outro post) ou simplesmente se apaixona… e o resultado é esse:

Uma calça “colorida é eufemismo”, na definição simpática de um colega de trabalho (oi, Diego!), em clique simpático de outra colega de trabalho (oi, Celine!)
Calça estampada é tendência (e o que não é, não é mesmo?). No verão, elas brilham, mas tem lugar para elas também no inverno – basta que a gente queira! Tenho visto em lojas de departamento modelos com estampas miúdas sobre fundo preto, interessantes para quem ainda acha uma ousadia muito grande usar calças muito coloridas. Mas, selecionei algumas imagens para dizer: o céu é o limite, hein?!
Foto tirada deste blog, que tem outros exemplos de composições (adorei a combinação calça + esmalte!)
Quem sugere é a consultora Amanda Medeiros, do site Conversinha Fashion
Tem mais larguinhas, também! Aliás, esse post do Just Lia tá perfeito.
Ideias não faltam! Então, fica combinado: se der vontade de experimentar a tal calça estampada, nada de achar que isso é um bicho de sete cabeças. É escolher o seu modelo e desfilar por aí :-)