Cinco lições que aprendi com a Oficina Justa Saia

Nesse fim de semana, realizamos a segunda edição da Oficina Justa Saia – um encontro de moda, sustentabilidade e costura – e, pelo tamanho do meu sorriso na foto, acho que vocês podem concluir que eu adoro fazer isso, né? Essa edição reuniu três participantes

1. Todo mundo pode costurar: Falo em nome das participantes que chegaram “sem saber pregar um botão” e, principalmente, em meu próprio nome. Eu tinha certeza que costurar era um sonho impossível de ser realizado, até começar. É sério: se você tem vontade de aprender, acredite: você pode;

Quer se inscrever na próxima edição da Oficina Justa Saia? Clica aqui, ó, linda. :-)

2. Costurar é divertido! Sério, não tem nada de chato ou maçante. É mágico ver os pedaços de tecido ganhando forma e se transformando em uma roupa, capa de almofada, bolsa…;
3. Costurar dá independência: Fazer uma bainha de calça, pregar um botão, costurar uma toalha de mesa ou um jogo de guardanapos bonitos para receber os amigos em casa… Esses são projetos simples e que podem estar ao seu alcance, sem precisar passar no shopping;

4. Costurar estimula a criatividade: Se o seu dia-a-dia inclui passar muitas horas na frente do computador, costurar pode dar aquele toque de cores e texturas que faltava para deixar a rotina mais interessante;

5. E, por fim, costurar é uma ótima alternativa para lidarmos com os impactos socioambientais da indústria de moda, uma das mais poluentes do mundo. Por que não reduzir o ritmo de consumo e ter roupas exclusivas feitas por você mesma? O planeta e o seu estilo agradecem.