A História das Coisas

história das coisas
Quanto tempo dura uma roupa que você compra? Tenta imaginar: você vai ao shopping, vê uma promoção de uma roupa linda e, sem pensar muito, compra. Quanto tempo essa roupa vai durar no seu guarda-roupa? Um mês, seis meses? Um ano, dez anos?
Segundo a cientista ambiental Annie Leonard, autora do documentário “A História das Coisas”, 99% dos objetos comprados na América do Norte se tornam lixo seis meses depois de adquiridos. Você compra uma coisa hoje, vai pra casa feliz com a nova aquisição e – seis meses depois – aquilo toma o caminho da lata de lixo. Dá pra imaginar? Esses são dados da América do Norte – como será que estão as coisas aqui no nosso Brasil brasileiro?
As coisas vão para o lixo porque ficam velhas – são projetadas para ficarem velhas rapidamente – ou porque parecem estar velhas. E a moda é apresentada como um exemplo do fenômeno. A largura dos saltos das mulheres afina e engrossa a cada estação, deixando aquelas que embarcaram no modismo com cara de datada, de estação passada, fora de moda. No documentário, os personagens zombam da moça que está com sapatos fora-de-moda passada, provocando a corrida ao shopping mais próximo para atualizar-se.
história das coisas_2
Quanto custa, de verdade, uma promoção? Como é possível que roupas cheguem a preços tão baratos nas araras das lojas? Ou o preço delas baixou porque elas estão encalhadas – o que quer dizer que são roupas que, por algum motivo, ninguém quis. E, sinceramente, porque você iria querer roupas que ninguém quis? Ou elas ficaram baratas porque houve alguma trapaça na sua produção – leia-se exploração indevida dos recursos naturais e trabalho escravo.
No trabalho de Consultoria de estilo, uma das etapas é a visita guiada às lojas – conhecer as lojas que atendem bem ao nosso estilo, saber escolher, avaliar a qualidade da costura, do caimento… em outras palavras, saber comprar e fazer durar. Outra etapa do trabalho de Consultoria é a criação de novos looks com o que já existe no guarda-roupa! E tudo o que for comprado precisa compor com o que já está lá. Você vai ficar surpresa com a quantidade de coisas bacanas que já tem, e não sabe.
Visita guiada às lojas, você ainda vai querer :-)

Visita guiada às lojas, você ainda vai querer :-)

Você vai me dizer – “mas as roupas boas são caras”. São, mesmo. Mas vamos pensar em custo-benefício? Em comprar para durar? Em comprar coisas com a nossa cara e não ditadas pela moda? Todos nós teremos muito mais a ganhar. Aliás, se você é leitora deste blog, já sabe que não precisa de mais roupas.